19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música

Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ

março 22, 2021 – março 26, 2021


Criado em 1999, o Colóquio de Pesquisa do PPGM-UFRJ reúne anualmente pesquisadores, docentes e discentes da instituição e de outros centros para discussão e intercâmbio de informações sobre pesquisas em andamento nas áreas cobertas pelas Linhas de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ. Desde sua 15ª edição em 2016, o Colóquio de Pesquisa do PPGM-UFRJ tem contado também com a participação de pesquisadores de instituições em âmbito nacional.

Notícias

 

Programação geral do “19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música”

 

A coordenação geral e a comissão organizadora do 19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música informam que encontra-se disponível no site do Programa a sua programação geral, com início no dia 22 de março às 11 horas com transmissão ao vivo pelo canal do evento no Youtube.

 
Publicado: 2021-03-18
 

Trabalhos aprovados para o “19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música”

 

A coordenação geral e a comissão organizadora do 19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música anunciam o resultado final da avaliação dos trabalhos submetidos ao evento nas áreas de Educação Musical, Etnomusicologia e Etnografia, Musicologia Histórica, Composição, Análise Musical, Cognição Musical, Sonologia, Filosofia da Música e Práticas Interpretativas.

De um total 59 submissões, avaliadas por intermédio do Open Conference Systems (OCS) por 70 pareceristas de quatro regiões do país em sistema de avaliação duplo-cega por pares (double-blind peer review), foram aprovadas as 48 seguintes:

Aline da Paz, “A necessidade permanente de desconstrução docente como parte do processo pedagógico musical”

Aline da Paz, “Mulheres do INM, produção musical e biografias”

Almir Calebe Marcião dos Santos, “Música e inteligência: a educação musical como meio para o desenvolvimento das capacidades cognitivas, psicológicas e psicomotoras do ser humano”

Ana Miccolis, “Desenvolvimento de sistemas composicionais híbridos a partir de entidades e objetos mapeados no processo composicional de Xenakis”

Ariane Isabel Petri, “Processos de variação na música e em áreas extramusicais: nada de novo sob o sol?”

Daniel Gouvea Pizaia, “O performer enquanto sujeito protagonista: limites conceituais e empíricos na indeterminação e colaboração”

Danielly de Souza Silva e Maria José Chevitarese, “Breve panorama composicional de Ernani Aguiar: uma abordagem cronológica de sua produção”

Eduardo Henrique Santos e Ana Paula da Matta Machado Avvad, “A improvisação musical e a estética transcendental kantiana: a filosofia pode detrás das decisões em tempo real”

Eduardo Henrique Santos e Ana Paula da Matta Machado Avvad, “Blirium C9, de Gilberto Mendes: Improvisação e indeterminação ou justaposição dos termos?”

Fabio Adour da Camara e Ricardo de Almeida Gonçalves, “Reorganizações motívico-fraseológicas da peça Gnomus, de Modest Mussorgsky, em The Gnome, de ELP”

Fabio Adour da Câmara e Cláudio Pereira de Souza, “Em busca do Perfil Conceitual de Percepção Musical”

Fabrício Solano Gonçalves, “Compondo (com) o Som: quando a composição musical emerge da pesquisa”

Fernando Henrique dos Santos, “Performance musical no século XXI: abordagens e processos criativos de conjuntos ibero-americanos de música contemporânea”

Fernando Vago Santana e Leonardo Gavinho de Azevedo, “Abordagens de desenvolvimento da proficiência pianística a partir de excertos de repertório: contribuições de Alberto Jonás e Neil Stannard”

Filipe de Matos Rocha, “Sistemas composicionais desenvolvidos a partir da Análise dos Padrões Rítmicos (APR)”

Giselle Justino Fonseca, “Chiquinha Gonzaga e o universo sacro refletido em suas obras”

Gislene Natera, “Musiquinha – o uso do diminutivo na Educação Infantil”

Hugo Farias de Sousa, “Ensino de violão e Hibridismo Cultural: reflexões sobre a pedagogia do instrumento”

Ivette Janet Céspedes Gómez, “In Memoriam Frank País de Harold Gramatges: estudo de seus marcos de recepção nacional e internacional (1961-1976)”

José de Carvalho Oliveira e Marco Túlio de Paula Pinto, “Peixinho danse le frevo au Brésil, Gilberto Mendes (1999) – pluralidade estilística, interpretação e construção da performance: apontamentos iniciais”

José Evangelista da Silva Junior e Daniel Junqueira Tarquínio, “O concerto para flauta e orquestra de Villani-Côrtes: estratégias para preparação da performance

Leonardo Moraes Batista, Acsa Braga Costa, Danilo Cunha de Jesus dos Santos, Thamara Collares do Nascimento e Victor Hugo Costa Cantuária da Silva, “Mas a música não veio de lá, da Europa? Questões para pensarmos a pesquisa desde a etnomusicologia”

Liduino José Pitombeira de Oliveira, “Sistemas composicionais: tipologia e bases epistemológicas”

Marcele Pedrotti Dutra Meneses, “O circuito das companhias líricas musicais entre 1850 e 1870 na rota das cidades do Rio de Janeiro (RJ), Florianópolis (SC) e Rio Grande (RS)”

Maria Aida Falcão Santos Barroso, “Influências armoriais na composição para cravo no Brasil”

Maria Alice Volpe e José Jarbas Pinheiro Ruas Junior, “Cartografia musical do Rio de Janeiro em 1845: empresas, instituições e associações”

Maria Clara Peinado Pereira, “O sistema de afinação de 31 partes por oitava de Nicola Vicentino”

Maria José Bernardes Di Cavalcanti, “Repertório didático pianístico: avaliação em níveis de dificuldades para uma aplicação metodológica de ensino”

Mateus Alencar Nikel e Monique Andries Nogueira, “A pontuação sobre tempo de trabalho pregresso em educação básica nas seleções para formador docente em educação musical: amostra do estado do Rio de Janeiro”

Matteo Ciacchi, “Entre ideologia e estética: música, vanguarda e o ambiente universitário em Pernambuco e na Paraíba na década de 1960”

Miriã Cristini Garcia Valeriano de Matos, “O canto coral amador no Brasil em tempos de COVID-19: estratégias de atuação e suas implicações para o futuro”

Mirty Kátlhy da Silva Souza, “Maracatu de Baque Virado em transformação: os maracatus recentes”

Myrlla Muniz Rebouças, “Na aldeia, o universo – uma interpretação”

Nilton Soares da Silva Junior, “O ensino de música na Região Sul fluminense: um levantamento dos projetos socioeducacionais que atuam no ensino de instrumentos musicais”

Paula Cristina Cabral Martins, “Lundú característico de Joaquim Callado (1848-1880): análise temporal da parte A através da comparação de gravações para construção de um gesto na interpretação”

Pedro Proença e Liduino José Pitombeira de Oliveira, “ParsePy: aplicativo para análise particional em Python”

Priscila Loureiro Reis, “Por uma visão da música como obra”

Rafael Galvão de Oliveira, “A Base Nacional comum curricular para a educação infantil e a music learning theory de Edwin Gordon: aprendizagem musical na educação infantil (pré-escola)”

Roberto Macedo Ribeiro, “A análise estilística como ferramenta para a modelagem sistêmica”

Roberto Macedo Ribeiro, “Sistemas dinâmicos: uma interseção com a noção de estilo”

Rodrigo Balthar Furman, “Markov Metrics: Modelagem métrica a partir do Dream Theater”

Rubia Mara de Almeida Siqueira, “Música, pensamento e interpretação”

Samuel Silva, “A produção musical no contexto do disco Afro-sambas: as tensões e contradições entre a indústria fonográfica e fazer artístico”

Saulo Luiz Vieira Ligo Junior, “Sério Belluco, arquivo violonístico e trajetória musical”

Tiago dos Santos de Souza, “Organicidade e evolução: Caetano Veloso, Tinhorão e a crise da música popular brasileira (1965-1966)”

Vinicius Braga e Liduino José Pitombeira de Oliveira, “Desenvolvimento de sistemas composicionais dinâmicos abertos utilizando operações paramétricas”

Vinicius Macedo Santos, “Um olhar etnográfico sobre a história dos primeiros conjuntos de saxofones no Brasil a partir dos jornais e fonogramas das primeiras décadas do século XX”

Willian da Silva Lizardo, “A edição prática das sonatas para piano de Marcelo Rauta”

Informações detalhadas sobre o 19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música, como programação geral e links de acesso para o evento, que ocorre inteiramente por via remota entre os dias 22 e 26 de março de 2021, serão divulgadas em breve pela organização do evento.

 
Publicado: 2021-03-10
 

Chamada de trabalhos para o “19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música”

 

O Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ anuncia chamada de trabalhos na modalidade resumo expandido para a décima nona edição do seu Colóquio de Pesquisa, comemorativa dos 40 anos do PPGM-UFRJ.

O evento ocorre inteiramente por via remota entre os dias 22 e 26 de março de 2021, com sessões de comunicação relacionadas a pesquisas desenvolvidas em âmbito regional e nacional nas áreas de Educação Musical, Etnomusicologia e Etnografia, Musicologia Histórica (com ênfase na História e Documentação da Música Brasileira e Ibero-americana), Composição, Análise Musical, Cognição Musical, Sonologia, Filosofia da Música e Práticas Interpretativas.

As submissões online devem ser realizadas até o dia 10 de fevereiro de 2021 através da página do 19° Colóquio de Pesquisa PPGM-UFRJ: 40 anos de Pesquisa em Música no Portal de Conferências da UFRJ, no link: https://conferencias.ufrj.br/index.php/cppgm/19cppgm/about/submissions#onlineSubmissions O resultado final será divulgado no dia 10 de março de 2021.

Para cadastro como autor, acesse https://conferencias.ufrj.br/index.php/cppgm/19cppgm/user/account. Para inscrição gratuita no evento, como participante ou ouvinte, acesse https://conferencias.ufrj.br/index.php/cppgm/19cppgm/schedConf/registration

 
Publicado: 2021-01-05
 
Outras notícias...

Informações sobre a Conferência



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .